Espanha mal aproveita 35% dos recursos de biomassa gerados pelas florestas

Demonstração da área do pátio da Expobiomasa

A produção de pelotas na Espanha ainda tem um ampla margem de crescimento, uma vez que apenas 35% dos recursos de biomassa gerados a cada ano são usados, o que representa cerca de 50 milhões de metros cúbicos.

Esse baixo uso, Pontos 30 abaixo da média europeia, causa um acúmulo excessivo de madeira na floresta, já que a Espanha tem mais de 28 milhões de hectares de floresta, com estoques de mais de 1.100 milhões de metros cúbicos de biomassa (madeira, lenha etc.)

No entanto, nos últimos dois anos, houve dificuldades nos leilões e, às vezes, escassez de matéria-prima, o que torna o preço do pellet mais caro e cria a sensação - de que está errado - de que o mercado está saturado. Isso foi revelado no Conferência Internacional do Mercado Doméstico de Pelotas (CIMEP), convocado pela Associação Espanhola de Avaliação Energética de Biomassa (Avebiom), realizada hoje no âmbito da Expobiomasa 2019.

Mais informação: https://www.retema.es/noticia/espana-apenas-aprovecha-el-35-de-los-recursos-de-biomasa-que-generan-los-bosques-rTSzc

https://enplus-pellets.eu/es/noticias-y-eventos/eventos-pr%C3%B3ximos-y-previos/289-conferencia-internacional-sobre-el-mercado-dom%C3%A9stico-de-pellets.html