A demanda por biomassa para uso de energia sobe na Galiza

Biomassa na montanha galega
A Galiza quadruplicará em dois anos a capacidade instalada de consumo de madeira, passando de 476.000 toneladas para 1,7 milhão de toneladas, de acordo com o relatório da cadeia de madeira Xera

Galiza está entrando em um tempo em que os recursos da montanha cobram um novo valor. As mudanças climáticas exigem a redução do consumo de combustíveis fósseis, o que incentiva a retirada de alternativas como o uso de biomassa residual da floresta para produção de energia. Em dois anos, a Galiza quadruplicará sua capacidade instalada de consumo de biomassa, das atuais 476.000 toneladas para 1,7 milhão de toneladas, de acordo com o relatório da cadeia madeireira apresentado pela Axencia Galega da Indústria Florestal (Xera).

Se considerarmos que a montanha galega produz entre 1,5 e 2 milhões de toneladas de madeira por ano, a conclusão é clara. Os restos mortais em breve se tornarão um recurso cobiçado no mato. O primeiro passo da demanda aumentará no início de 2020, quando entrar em operação a planta de produção de biomassa elétrica que Greenalia está montando em Teixeiro (Curtis, Corunha), que deve consumir mais de 500.000 toneladas de restos de restos mortais. derrubada

Este projeto será seguido por diferentes iniciativas da indústria florestal para aumentar o consumo de detritos de exploração e subprodutos de seu processo de fabricação. As fábricas do conselho planejaram substitua seu sistema atual de cogeração de combustível por biomassa, com os quais geram calor para o processo industrial e eletricidade para a rede. Essa mudança, juntamente com os aumentos no consumo de Ence Navia e aqueles que Ence Pontevedra poderá realizar, trará um aumento na capacidade instalada para usar a biomassa residual de outras 700.000 toneladas em 2021.

A equação é concluída com a usina de biomassa que Forestalia está montando em El Bierzo e, teoricamente, suprirá parte de sua demanda no mercado galego a partir de 2020, conforme avaliado no relatório Xera, no qual é calculado que a demanda total de biomassa florestal galega para uso de energia pode ser de cerca de 2 milhões de toneladas em 2021.

Mais informação: https://www.campogalego.com/es/la-demanda-de-biomasa-para-usos-energeticos-se-dispara-en-galicia/