FUOCO AIR, novo conceito apresentado no Prêmio Expobiomasa de Inovação, aumenta em 20% o desempenho do recuperador de pellets

Ar Fuoco

É um conceito disruptivo na climatização que permite aquecer e renovar o ar de toda a casa em simultâneo, unificando o aquecimento e a ventilação a partir de um simples recuperador de biomassa. Em vez de aquecer o ar viciado que temos dentro, ele aquece diretamente o ar fresco, gerando "calor de reposição".

Ele consiste basicamente em um ventilador de alto desempenho, um trocador patenteado e uma unidade de controle. Além disso, pode incorporar filtros HEPA e um sistema de micro cogeração (MCHP), para melhorar sua autonomia e dispensar o fornecimento de energia elétrica.

Foi realizado um estudo comparativo de uma estufa em funcionamento livre, atingindo um desempenho superior a 20% ao incorporar o dispositivo. E sem a necessidade de intervir diretamente na combustão, o desempenho é aprimorado com a redução das emissões para cada kW útil gerado, proporcionando maior potência térmica ao meio ambiente. A eficiência da montagem melhora com o avanço do ar condicionado e permitindo que ele atinja a temperatura desejada com mais rapidez.

Seu design é otimizado para se adaptar universalmente à maioria dos equipamentos já instalados em residências unifamiliares e empresas rurais, que representam 60% das residências padrão na Europa, e onde a venda de equipamentos de biomassa está em crescimento exponencial.

Por não necessitar de canalizações ou obras complexas para levar o calor ao resto da casa, é possível criar um clima melhor independentemente da idade e do isolamento, e representa uma poupança significativa para o consumidor, beneficiando o resto da sociedade com menos emissões poluentes. Por outro lado, os testes realizados permitem antecipar uma estimativa de economia de 50% da lenha em relação a qualquer outra tecnologia, já que ao mesmo tempo o alcance horizontal é maior e todo o ar da casa está sendo renovado.

O FUOCOAIR é uma alternativa para ambos os sistemas de ventilação mecânica com recuperação de calor, permitindo uma melhor integração dos equipamentos (especialmente fogões a lenha) nos projetos atuais de construção com base em envelopes de alto isolamento; bem como para habitações mais antigas e com um isolamento mais precário, onde o habitual seria abrir as janelas, com a consequente perda de energia.

Apresenta um design minimalista mas um conceito inovador, que simplifica a forma como aquecemos a casa e respiramos melhor. 

O projeto está em fase final de prototipagem, finalizando o desenho da primeira unidade comercial que será lançada no mercado espanhol em breve.

Mais informações

www.iadn.es